App Necton Investimentos App Necton Investimentos
Mostrar menu
O que é BDR? Como funciona? Paga dividendos?

24 de junho de 2021

Você gostaria de investir em grandes empresas do mundo, como Google, Amazon ou Apple, mas não sabe como fazer? Descobrir o que é o BDR é um ponto de partida, já que esse investimento está ligado a diversos ativos internacionais.

Por meio dele, há a chance de acessar oportunidades do exterior. Mas, antes disso, é fundamental entender suas características, certo?

Neste artigo, você entenderá tudo o que é preciso sobre o BDR, saberá se ele paga dividendos e o que deve ser feito para investir. Continue a leitura e descubra as oportunidades que esse investimento pode oferecer!

Vamos lá?

O que é o BDR?

BDR é a sigla para brazilian depositary receipts ou certificados de depósito em valores mobiliários. Esse é um investimento de renda variável que é negociado na bolsa de valores brasileira e traz exposição a ativos internacionais.

Outros mercados também podem ter certificados internacionais. Por exemplo, as ADRs são semelhantes aos BDRs — e são negociadas nos Estados Unidos. A sigla é para american depositary receipts, certificados com lastro em valores mobiliários de outros países na bolsa dos EUA.

Como ele funciona?

Quanto ao funcionamento do BDR, é essencial a atuação da chamada instituição depositária. Ela é a responsável por adquirir os ativos no mercado internacional e, depois, emitir um certificado com lastro neles.

Ela deve manter os ativos sob custódia para emitir certificados que possuem lastro internacional. O certificado segue as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e é negociado diretamente na bolsa de valores do Brasil, a B3.

Ao adquirir um BDR, você passa a ter direito de participar dos resultados do ativo, por exemplo, a ação de uma empresa disponível no mercado norte-americano. Portanto, funciona como um investimento indireto.

Quais são os tipos de BDRs disponíveis no mercado?

Na hora de investir em BDR, você terá acesso a tipos diferentes que são negociados. A classificação é feita de acordo com o interesse do emissor internacional em entrar no mercado brasileiro. 

Quando BDRs são criados por iniciativa do emissor (empresa ou fundo de investimentos, por exemplo) eles são chamados de BDRs patrocinados. Nesse caso, o emissor deseja estar presente na bolsa brasileira.

Já os BDRs não patrocinados são aqueles criados por iniciativa da própria instituição depositária. Assim, não há interferência por parte da empresa ou da gestora de fundo. Os certificados têm a mesma validade para os brasileiros, mas a iniciativa não parte do emissor internacional.

Além disso, vale destacar que os BDRs podem ser atrelados a diversos tipos e modalidades de investimentos. Tanto os patrocinados quanto os não patrocinados podem ter lastro em ações, ETFs (fundos de índice), títulos de renda fixa (bonds) e outros.

Até o final de 2020, a bolsa brasileira contava apenas com BDRs de ações disponíveis para os investidores. Desde então, a lista de BDRs se tornou maior graças à presença de certificados lastreados em outros ativos. Uma boa notícia para os brasileiros, não é mesmo?

Quais são as vantagens do investimento em BDR?

Como saber se a decisão de investir em BDR pode ser vantajosa para a sua estratégia? Um dos motivos é que ele oferece exposição ao mercado internacional, então pode ajudar a diversificar sua carteira de investimento. 

Afinal, o desempenho do investimento depende das condições externas. Isso gera mais equilíbrio no portfólio, já que você não estará exposto apenas aos riscos brasileiros. Outra vantagem é ter acesso a possibilidades que não existem no Brasil.

Ao mesmo tempo, o BDR permite se expor internacionalmente sem exigir a abertura de conta em outro país, a conversão do câmbio e o conhecimento das regras de outro mercado. A negociação acontece na bolsa de valores brasileira. Viu como é simples?

Quais são os riscos dos BDRs?

Como o BDR é um investimento de renda variável, não há como desconsiderar os riscos que ele apresenta. O risco de mercado é o principal e existe diante da possibilidade de volatilidade no preço, devido às condições do mercado.

Também há um risco relativo à liquidez. Por ser um investimento relativamente recente, o volume negociado pode não ser tão alto. Assim, pode demorar um pouco mais até que você encontre um comprador quando quiser encerrar sua posição.

Porém, os riscos podem ser equilibrados com outras escolhas da carteira, considerando a relação de risco e retorno do BDR. Tudo depende da sua estratégia e dos seus objetivos, certo?

O BDR paga dividendos?

Uma dúvida frequente é se o BDR paga dividendos sobre as ações estrangeiras ou outros ativos. Você sabe responder? A resposta resumida é: sim, o BDR prevê a distribuição de provento. Mas é importante ter atenção, porque o pagamento só ocorre se o ativo original distribuir dividendos.

E isso depende das regras dos países. Nos EUA, por exemplo, as empresas não são obrigadas a distribuir lucros. Assim, pode ser que o BDR no qual você invista represente uma ação que não paga dividendos. 

Quando vale a pena investir em BDRs?

Como você viu até aqui, os BDRs podem ser interessantes para investir em ações estrangeiras e outros ativos. Logo, para muitas pessoas são soluções práticas para garantir exposição ao mercado externo e suas condições.

Porém, antes de decidir, avalie se ele faz sentido para a sua carteira. Identifique seu perfil de risco e veja se você tem tolerância para a renda variável. Além disso, considere os objetivos financeiros — preferencialmente, com foco no longo prazo. 

Se for investir a reserva de emergência, por exemplo, o BDR não é indicado. Além disso, pense na composição do portfólio. Se você não tiver exposição ao cenário internacional, essa pode ser uma boa oportunidade de consegui-la.

Como investir em BDRs?

Você concluiu que o BDR é adequado para a sua carteira? Então é preciso saber como fazer o investimento! O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora de valores. Por meio dela, você terá acesso ao home broker, onde é possível encontrar os BDRs negociados na bolsa.

Com o acesso garantido à lista de BDRs, escolha o certificado que apresenta as características de interesse. Depois da decisão tomada, emita uma ordem de compra e, após a liquidação, ele fará parte da sua carteira.

Como você aprendeu, o BDR é uma alternativa de investimento que garante acesso ao mercado externo, por meio de um certificado lastreado em ativos do exterior. Mas antes de investir, avalie se ele é adequado ao seu portfólio e aos seus objetivos. Combinado?

Quer aportar em BDR e em outras oportunidades da bolsa? Abra sua conta na Necton e aproveite nossa estrutura!